Vídeo

Galeria

04/08/2013

Domingo no Museu apresentou Cachaça dá Samba

Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Domingo no Museu apresentou Cachaça dá Samba 04/08/2013

97

Reconhecida internacionalmente como bebida tipicamente brasileira, a cachaça já foi e é tema de composições, principalmente, no cenário do samba. Essa combinação faz sucesso há anos, nas vozes de sambistas consagrados. Para reunir esse repertório o Domingo no Museu, da Veredas Produções, apresentará dia 4 de agosto às 11 horas, o show “Cachaça dá Samba” com os músicos Alfredo Del – Penho (voz), Pedro Paulo Malta (voz), Alessandro Valente (cavaquinho), Luís Filipe de Lima (violão 7 cordas), Beto Cazes (percussão) e direção musical de Henrique Cazes.

Na apresentação o grupo traça, musicalmente, um painel histórico da bebida na música popular brasileira de cantores pioneiros, como Bahiano, até autores contemporâneos como Zeca Pagodinho e Jota Canalha. Composições de Noel Rosa, Bide, Lupicínio Rodrigues e Nelson Sargento também fazem parte da seleção musical do show que dá nome, também, a um CD gravado pelos músicos integrantes.

Essa história que chegou ao samba com cachaça começou com Alfredo e Pedro Paulo, que se conheceram em um botequim, em Copacabana, no Rio de Janeiro. A dupla começou a se apresentar e, a partir das rodas de samba, lançaram o disco “Dois Bicudos”, com direção de Maurício Carrilho e participações de Zé Cruz e Cristina Buarque. O CD foi indicado ao Prêmio Tim de Música Brasileira, em 2004, e considerado, pelo jornal O Globo, como um dos dez melhores trabalhos daquele ano.

Os músicos também gravaram “Lamartiníadas” e “Cachaça dá Samba”. Em 2007, estrearam como atores e cantores no espetáculo “Sassaricando – e o Rio inventou a marchinha”, de Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral, com direção de Cláudio Botelho. Os artistas também participaram do “É com esse que eu vou – o samba de carnaval nas ruas e no salão”, em 2010, dos mesmos autores da peça de estreia.

Individualmente, Pedro Paulo participou do “Theatro Musical Brazileiro I” de, Luiz Antônio Martinez Correa. Alfredo atuou na montagem brasileira de “O mágico de Oz”, de Charles Moeller e Cláudio Botelho, e “Gonzaga- a lenda”, de João Falcão.

 

A série Domingo no Museu

Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP). Patrocinado pelas empresas Hermes Pardini e Tecnocal, por meio das Leis Municipal e Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto já recebeu artistas como Ná Ozzetti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.

 

SERVIÇO:

Domingo no Museu – Cachaça dá Samba - Alfredo Del-Penho e Pedro Paulo Malta (vozes), - Alessandro Valente (Cavaquinho), Luís Filipe de Lima (Violão de 7 cordas), Beto Cazes (Percussão)

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)

Data: Dia 04 de agosto, às 11 horas

Ingressos à R$10 (inteira)

Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – A partir do dia 29/07 e Museu de Arte da Pampulha no dia do evento

Informações: (31) 3277-7996