Galeria

02/09/2012

Tributo a João Gilberto

Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Tributo a João Gilberto 02/09/2012

78

 

O Museu de Arte da Pampulha (MAP) será palco para a homenagem que fará referência à musicalidade e originalidade de um dos ícones da música popular brasileira, João Gilberto. No dia 2 de setembro, às 11 horas, o projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções, receberá o trio formado por Renato Braz (voz), Nailor Proveta (sopros) e Edson José Alves (violão), que apresentará um repertório inspirado no artista baiano com o toque autoral destes renomados músicos brasileiros.
A ideia de fazer esta homenagem a João Gilberto começou por meio do cantor, violonista e percussionista Renato Braz que, em seu novo álbum, previsto para ser lançado em breve, celebrou musicalmente os 80 anos deste reconhecido músico. Para acompanhá-lo na gravação, Renato convidou o instrumentista Edson José Alves para fazer um arranjo especial à canção Febril que, apesar de assinada por Gilberto Gil, será apresentada no disco como uma homenagem ao octogenário compositor.
Após decidir o repertório do álbum e a companhia de Edson, Braz convidou Nailor Proveta que completou a formação para o show e para o disco, produzidos especialmente para João Gilberto. No repertório, interpretações autorais, entre canções e temas instrumentais. A admiração deste trio pela trajetória do compositor facilitou o trabalho que inclui Eu vim da Bahia, Caminhos Cruzados e Pra que discutir com Madame, além da canção italiana Estate. Com este projeto, o trio planeja lançar um álbum assinado pelos próprios músicos.
Conheça mais sobre o trio:
-Renato Braz
O cantor, violonista e percussionista é paulista e possui em seu currículo cinco álbuns gravados. Em 1996 foi indicado ao Prêmio Sharp de Música Brasileira; em 2002, venceu o V Prêmio Visa de Música Brasileira e, no ano de 2006, foi o vencedor do Prêmio Rival Petrobrás, na categoria cantor popular. Sua carreira internacional lhe permitiu realizar apresentações na Alemanha e nos Estados Unidos, além de um álbum gravado com a colaboração do saxofonista Paul Winter.
-Edson José Alves
Músico profissional desde 1970, Edson José Alves se formou no Conservatório Musical Ernesto Nazareth e se aperfeiçoou em música de câmara e flauta transversal com David Evans. Nesta mesma época, acompanhou Ray Coniff e Shirley Bassey e participou do Projeto Pixinguinha, tocando ao lado de Cartola e Nelson Cavaquinho. Nas décadas de 1980 e 1990, atuou como arranjador e coordenador artístico do Selo Eldorado e trabalhou com Dominguinhos e Paulo Vanzolini. Tornou-se solista da Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo e, recentemente, tocou com Passoca, Antônio Nóbrega e com a Banda Mantiqueira.
-Nailor Proveta
Compositor, arranjador, clarinetista e saxofonista, Nailor Proveta nasceu em família musical e, desde criança, já arriscava suas primeiras notas no acordeon. Sua carreira musical teve início na banda municipal de Leme, em São Paulo, na sua cidade natal. O músico é fundador integrante da Banda Mantiqueira e já tocou ao lado de Mônica Salmaso, Joyce, Teresa Salgueiro, Milton Nascimento, Gal Costa, Edu Lobo, Raul Seixas, Yamandu Costa, Berry White, Benny Carter e Albert Collins. Seu primeiro disco solo, “Tocando para o Interior”, foi lançado em 2006.

 

O Museu de Arte da Pampulha (MAP) será palco para a homenagem que fará referência à musicalidade e originalidade de um dos ícones da música popular brasileira, João Gilberto. No dia 2 de setembro, às 11 horas, o projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções, receberá o trio formado por Renato Braz (voz), Nailor Proveta (sopros) e Edson José Alves (violão), que apresentará um repertório inspirado no artista baiano com o toque autoral destes renomados músicos brasileiros.


A ideia de fazer esta homenagem a João Gilberto começou por meio do cantor, violonista e percussionista Renato Braz que, em seu novo álbum, previsto para ser lançado em breve, celebrou musicalmente os 80 anos deste reconhecido músico. Para acompanhá-lo na gravação, Renato convidou o instrumentista Edson José Alves para fazer um arranjo especial à canção Febril que, apesar de assinada por Gilberto Gil, será apresentada no disco como uma homenagem ao octogenário compositor.


Após decidir o repertório do álbum e a companhia de Edson, Braz convidou Nailor Proveta que completou a formação para o show e para o disco, produzidos especialmente para João Gilberto. No repertório, interpretações autorais, entre canções e temas instrumentais. A admiração deste trio pela trajetória do compositor facilitou o trabalho que inclui Eu vim da Bahia, Caminhos Cruzados e Pra que discutir com Madame, além da canção italiana Estate. Com este projeto, o trio planeja lançar um álbum assinado pelos próprios músicos.


Conheça mais sobre o trio:-Renato BrazO cantor, violonista e percussionista é paulista e possui em seu currículo cinco álbuns gravados. Em 1996 foi indicado ao Prêmio Sharp de Música Brasileira; em 2002, venceu o V Prêmio Visa de Música Brasileira e, no ano de 2006, foi o vencedor do Prêmio Rival Petrobrás, na categoria cantor popular. Sua carreira internacional lhe permitiu realizar apresentações na Alemanha e nos Estados Unidos, além de um álbum gravado com a colaboração do saxofonista Paul Winter.

-Edson José AlvesMúsico profissional desde 1970, Edson José Alves se formou no Conservatório Musical Ernesto Nazareth e se aperfeiçoou em música de câmara e flauta transversal com David Evans. Nesta mesma época, acompanhou Ray Coniff e Shirley Bassey e participou do Projeto Pixinguinha, tocando ao lado de Cartola e Nelson Cavaquinho. Nas décadas de 1980 e 1990, atuou como arranjador e coordenador artístico do Selo Eldorado e trabalhou com Dominguinhos e Paulo Vanzolini. Tornou-se solista da Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo e, recentemente, tocou com Passoca, Antônio Nóbrega e com a Banda Mantiqueira.


-Nailor ProvetaCompositor, arranjador, clarinetista e saxofonista, Nailor Proveta nasceu em família musical e, desde criança, já arriscava suas primeiras notas no acordeon. Sua carreira musical teve início na banda municipal de Leme, em São Paulo, na sua cidade natal. O músico é fundador integrante da Banda Mantiqueira e já tocou ao lado de Mônica Salmaso, Joyce, Teresa Salgueiro, Milton Nascimento, Gal Costa, Edu Lobo, Raul Seixas, Yamandu Costa, Berry White, Benny Carter e Albert Collins. Seu primeiro disco solo, “Tocando para o Interior”, foi lançado em 2006.

 

 

SERVIÇO:

Domingo no Museu – Tributo a João Gilberto – Renato Braz, Edson José Alves e Nailor Proveta

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)

Data: Dia 2 de setembro, às 11 horas

Ingressos à R$10 (inteira) – Renda revertida para a conservação do MAP

Locais de venda: Museu de Arte da Pampulha, Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – A partir do dia 27/08/2012 

Informações: (31) 3277-7996