Galeria

29/07/2012

Lançamento do álbum “Aqui é o meu lá” – Ricardo Herz

Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Lançamento do álbum “Aqui é o meu lá” – Ricardo Herz 29/07/2012

74

O público mineiro terá a oportunidade de ouvir e prestigiar o show de lançamento do álbum “Aqui é o meu lá”, do músico Ricardo Herz. Por meio do projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções, o compositor apresenta todo o seu talento que tem impressionado  as plateias do país e do exterior no dia 29 de julho, às 11 horas, no palco do Museu de Arte da Pampulha (MAP), em parceria com o Savassi Festival.

Acompanhado pelos músicos Pedro Ito (bateria e percussão) e Michi Ruzitschka (violão 7 cordas), Ricardo Herz mostra os motivos que já levaram à teatros e festivais de todo o mundo jovens e adultos de todas as idades. Além das composições autorais do novo disco, o violinista abusará de seus solos “endiabrados” e das melodias marcantes, que fazem dos seus shows experiências únicas no cenário da música instrumental.

Assim como nos demais CDs lançados por Ricardo, a reinvenção do violino é evidente na performance do músico. A técnica desenvolvida pelo violinista leva ao instrumento o resfolego da sanfona, o ronco da rabeca e as belas melodias do choro tradicional e moderno. Para completar, a influência de Dominguinhos, Luiz Gonzaga, Egberto Gismonti, Jacob do Bandolim, entre outros, resultam em uma mistura de ritmos brasileiros e africanos, com espaço, também, para a sua experiência musical de nove anos na França.

Essa mistura fina que envolve a sonoridade do violino e a popularidade de gêneros musicais brasileiros é reconhecida por ícones da MPB. De acordo com Dominguinhos, Ricardo Herz pode ser considerado um músico corajoso. “Ricardo é um desses poucos moços que melhor tocam ultimamente, ele toca pra valer. É um ótimo incentivo a música brasileira, ainda mais porque, além de ser um excelente músico, tem um ‘molho’ único tocando violino no forró. Ele toca um instrumento fino, de música erudita brasileira, no forró, que poucos músicos com essa formação se aventuram em tocar”, afirmou.

Ricardo Herz já levou essa diversidade de gêneros musicais para festivais na Malásia, México, Holanda e em clubes de jazz na Rússia, Israel e Dinamarca. Em seu currículo constam a sua graduação em violino erudito na Universidade de São Paulo (USP), formação na Berklee College of Music e na escola do violinista francês Didier Lockwood, uma lenda do violino jazz.

Acompanhado por Lockwood, Ricardo tocou nas principais capitais brasileiras durante as celebrações do ano da França no Brasil. Em 2004, foi vencedor do Prêmio Visa, edição instrumental, eleito pelo público como melhor instrumentista.

Anterior ao lançamento de Aqui é o meu lá, outros três trabalhos foram produzidos pelo violinista Ricardo Herz. O seu primeiro álbum solo, Violino Popular Brasileiro, foi lançado em 2004, com a participação especial de Dominguinhos e direção musical de Hamilton de Holanda. Após três anos, produziu o Brasil em 3 por 4, que inclui releituras de clássicos da MPB, gravadas no estúdio de seu apartamento em Paris. No ano de 2009, gravou um disco dedicado às crianças, Ricardo Herz para Crianças, no qual arranja e interpreta composições do folclore infantil brasileiro. Neste disco, Herz conta com os músicos Marcelo Pretto, Danilo Moraes, Ari Colares e o galego Carlos Nuñes.

A série Domingo no Museu
Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP). Patrocinado pela Usiminas e pela Tecnocal, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto já recebeu artistas como Edu Krieger, Juarez Moreira, Aline Calixto, Moyseis Marques, Sérgio Santos e Celso Moreira. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.

SERVIÇO:
Domingo no Museu – Lançamento do álbum “Aqui é o meu lá” – Ricardo Herz
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)
Data: Dia 29 de julho, às 11 horas
Ingressos à R$10 (inteira) – Renda revertida para a conservação do MAP
Locais de venda: Museu de Arte da Pampulha, Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) e no Café com Letras (Rua Antônio de Albuquerque, 781) – A partir do dia 23 de Julho  
Informações: (31) 3277-7996