Galeria

07/11/2010

Simon Spang Hanssen

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Simon Spang Hanssen 07/11/2010

35

SAX DINAMARQUÊS NO MUSEU DA PAMPULHA

Simon Spang-Hanssen no Domingo no Museu

 

"sua  inventividade parece infindável..."

Michel Contat ( Telerama , Framkrig )

 

O vitorioso projeto Domingo no Museu, responsável pelo hábito de ouvir música de qualidade no Museu de Arte da Pampulha nas manhãs de domingo, traz uma atração internacional na edição de novembro.

No dia 7 de novembro, às 11 horas, o saxofonista dinamarquês Simon Spang-Hanssen faz única apresentação de seu jazz elogiado pela crítica européia.

O projeto Domingo no Museu, realização da Veredas Produções e conta com  benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no local, no mesmo dia do show, a partir das 10 horas.

Comparado pelo crítico Franck Bergerot, da revista Jazz Hot, a Johnny Griffin e Dexter Gordon, ele toca sax soprano e tenor, acompanhado pelos convidados Mariane Britan (flauta), Enéias Xavier (baixo), André Limão Queiroz (bateria) e Irio Jr. ( piano ).

Nascido em Copenhague em 1955, Simon começou a carreira nos anos 70 e tocou com vários grupos e orquestras até formar seu próprio grupo, na década seguinte. Tocou na Europa, a partir de 1983, com a banda do baterista gaúcho Nenê, incluindo uma turnê pela França ao lado do grupo de Hermeto Pascoal.

Entre 85 e 88 morou em Paris e tocou com a Orchestra Nacional de Jazz, gravou nos discos de Nenê e formou grupos com Richard Bona, Billy Hart, Niels Lan Doky e Alain Jean-Marie.

No final da década de 90, volta para Copenhague e forma grupos como Central Earth, Rainbow Spirit e Ear Witness.

Em 2002 na Copenhague Jazzhouse com Filô Machado, Ivan Bastos e Magno Bisolli. Recentemente formou o octeto "Alisio Ensemble" (com Mariane Bitran, Kristian Jorgensen, Bent Clausen), se tornou membro do "Api Pipo", de Alain Apaloo´s e tocou com Weather Report Tribute em Jazzhus Montmartre, Copenhague.            

Participou em discos como: “Ponto dos Músicos” e “Minuano”, de Nenê; “A Plus Tard”, “Monk, Mingus, Ellington”, “Bouquet Final”, da Orchestra National de Jazz e “ Intersections”, do Alisio Ensemble.

 

 Mariane Bitran (flautas)

 

A francesa Mariane Bitran é uma convidada especial do show. Formada 1er Prix CNR, ela mora na Dinamarca desde 1998.  Seu quinteto, "All One" reunia o virtuoso guitarrista frances  Olivier Cahours mais Rasmus Ehlers, no piano,  Thomas Fonnesbaek no baixo e Christophe Lavergne, na bateria. 

Fez diversas turnês na Dinamarca e França e com o quinteto de Bitran-Hirabayashi "Grey to Blue", com Bob Rockwell (USA) no sax, Erik Olevik (Suécia) no baixo e Morten Lund (Dinamarca) na bateria.

Gravou 3 CD's : "A Place For You" (2003), "All One" (2006), e "Grey to Blue" em 2008 junto com a pianista Makiko Hirabayashi, pela Stunt Records/ Sundance .

Além já tocou com importantes artistas/grupos dinamarqueses, como: Copenhagen Art Ensemble, Bejboom/Kroner Big Band, Irene Becker e  Soren Siegumfeld . Trabalhou com  o camaronês Barthélot Ekeme Same’s e com o grupo de charanga "Cubita Cubera" (Cuba).

Também fez parte do grupo do gaúcho Nenê.

 

SERVIÇO:

Domingo no Museu

Simon Spang-Hanssen e Mariane Bitran

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585)

Data: dia 7 novembro - domingo

Horário: 11 horas

Entrada Franca

Os ingressos individuais podem ser retirados no próprio Museu, no dia do show a partir das 10 horas.

Informações: 3277 7996