Vídeo

Galeria

05/09/2010

Vânia Bastos

Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Vânia Bastos 05/09/2010

30

 

A DAMA E O LOBO
Cantora paulista lança disco no Domingo no Museu
Ave rara do canto: voz cristalina, afinação impecável e interpretação inteligente. Vânia Bastos faz única apresentação no dia 5 de setembro, às 11 horas, no Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585, Pampulha). 
O projeto Domingo no Museu, realização da Veredas Produções conta com  os benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no local, no mesmo dia do show, a partir das 10 horas.
Vânia Bastos lança seu 11º disco, "Na Boca do Lobo", inteiramente dedicado à obra de Edu Lobo e já considerado pela crítica como um de seus melhores discos.
A música "totalmente saborosa, peculiar e altamente brasileira" de Edu ganha interpretações que mostram uma cantora com amplo domínio de sua voz, num trabalho que, ao mesmo tempo em que respeita as sutis diferenças do trabalho de um compositor absolutamente original, dá vida nova a um repertório cuidadosamente escolhido.
De "Upa, Neguinho" (1964) a "Meia-noite" (1985), o CD e o show apresentam as várias facetas do autor de "Ponteio", do romantismo de "Negro, Negro" à auto-explicativa "Gingado Dobrado", com direito ao frevo "No Cordão da Saideira", o standard internacional "Casa Forte" e o regionalismo revisitado de "Viola Fora de Moda" e "Vento Bravo".
Revelada pelo compositor Arrigo Barnabé, nos seminais discos "Clara Crocodilo"(1980) e "Tubarões Voadores"(1984), Vânia Bastos vem construindo sólida carreira como intérprete, seja lançando sucessos como "Paulista" e "Canta, Canta Mais", seja apurando seu talento de intérprete em discos temáticos, como os dedicados ao Clube da Esquina, a Caetano e Jobim.
Teve discos lançados na Europa e no Japão, e o show de lançamento do CD "Belas e Feras" foi visto por mais de 160 mil pessoas.
Edu Lobo, que apareceu para a música ao lado dos amigos Dori Caymmi e Marcos Valle, começou seu trabalho ligado à bossa nova, fez parte do movimento da MPB registrado no filme "Uma Noite em 67" e chegou a morar nos Estados Unidos, entre 1969 e 1971, quando trabalhou com Sérgio Mendes e Paul Desmond e aprendeu a compor trilhas sonoras.
Parceiro de Chico Buarque nos musicais "O Grande Circo Místico", "O Corsário do Rei" e "Cambaio", compôs músicas para teatro, cinema e dança.
Recentemente, lançou o álbum "Tantas Marés", recebido com aplausos pela crítica especializada.
"Na Boca do Lobo" marca o encontro de uma intérprete de técnica impecável e bom gosto acima de qualquer suspeita com um dos maiores compositores da música brasileira contemporânea.
Vânia conclui: “Edu Lobo é um representante significativo do que há de melhor na música brasileira. O que parece  simples, tem nuances de delicadeza harmônica que são o deleite de estudiosos da boa música. Por isso ele faz bem aos ouvidos, dos atentos ou não. E eu  estou tendo esse privilégio, o de poder interpretar um de nossos maiores autores". 
SERVIÇO:
Domingo no Museu
Vânia Bastos – lançamento do CD “NaBocaDoLobo” 
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585)
Data: dia 5 de setembro - domingo
Horário: 11 horas
Entrada Franca
Os ingressos individuais podem ser retirados no próprio Museu, no dia do show a partir das 10 horas.
Informações: 3277 7996

A DAMA E O LOBO

Cantora paulista lança disco no Domingo no Museu


Ave rara do canto: voz cristalina, afinação impecável e interpretação inteligente. Vânia Bastos faz única apresentação no dia 5 de setembro, às 11 horas, no Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585, Pampulha). 

O projeto Domingo no Museu, realização da Veredas Produções conta com  os benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no local, no mesmo dia do show, a partir das 10 horas.

Vânia Bastos lança seu 11º disco, "Na Boca do Lobo", inteiramente dedicado à obra de Edu Lobo e já considerado pela crítica como um de seus melhores discos.

A música "totalmente saborosa, peculiar e altamente brasileira" de Edu ganha interpretações que mostram uma cantora com amplo domínio de sua voz, num trabalho que, ao mesmo tempo em que respeita as sutis diferenças do trabalho de um compositor absolutamente original, dá vida nova a um repertório cuidadosamente escolhido.

De "Upa, Neguinho" (1964) a "Meia-noite" (1985), o CD e o show apresentam as várias facetas do autor de "Ponteio", do romantismo de "Negro, Negro" à auto-explicativa "Gingado Dobrado", com direito ao frevo "No Cordão da Saideira", o standard internacional "Casa Forte" e o regionalismo revisitado de "Viola Fora de Moda" e "Vento Bravo".

Revelada pelo compositor Arrigo Barnabé, nos seminais discos "Clara Crocodilo"(1980) e "Tubarões Voadores"(1984), Vânia Bastos vem construindo sólida carreira como intérprete, seja lançando sucessos como "Paulista" e "Canta, Canta Mais", seja apurando seu talento de intérprete em discos temáticos, como os dedicados ao Clube da Esquina, a Caetano e Jobim.

Teve discos lançados na Europa e no Japão, e o show de lançamento do CD "Belas e Feras" foi visto por mais de 160 mil pessoas.
Edu Lobo, que apareceu para a música ao lado dos amigos Dori Caymmi e Marcos Valle, começou seu trabalho ligado à bossa nova, fez parte do movimento da MPB registrado no filme "Uma Noite em 67" e chegou a morar nos Estados Unidos, entre 1969 e 1971, quando trabalhou com Sérgio Mendes e Paul Desmond e aprendeu a compor trilhas sonoras.

Parceiro de Chico Buarque nos musicais "O Grande Circo Místico", "O Corsário do Rei" e "Cambaio", compôs músicas para teatro, cinema e dança.
Recentemente, lançou o álbum "Tantas Marés", recebido com aplausos pela crítica especializada.

"Na Boca do Lobo" marca o encontro de uma intérprete de técnica impecável e bom gosto acima de qualquer suspeita com um dos maiores compositores da música brasileira contemporânea.

Vânia conclui: “Edu Lobo é um representante significativo do que há de melhor na música brasileira. O que parece  simples, tem nuances de delicadeza harmônica que são o deleite de estudiosos da boa música. Por isso ele faz bem aos ouvidos, dos atentos ou não. E eu  estou tendo esse privilégio, o de poder interpretar um de nossos maiores autores". 

SERVIÇO:

Domingo no Museu
Vânia Bastos – lançamento do CD “NaBocaDoLobo” 
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585)Data: dia 5 de setembro - domingoHorário: 11 horas
Entrada Franca
Os ingressos individuais podem ser retirados no próprio Museu, no dia do show a partir das 10 horas.
Informações: 3277 7996