Galeria

03/09/2017

Projeto Domingo no Museu apresentou Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Projeto Domingo no Museu apresentou Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik 03/09/2017

184

 Os consagrados Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik aterrissam em um dos principais cartões postais da capital mineira, o Museu de Arte da Pampulha (MAP), para apresentar o repertório do LP duplo Ná e Zé, que inclui alem das canções do CD, composições inéditas. A apresentação acontecerá no dia 3 de setembro, às 11h, na programação da série Domingo no Museu, realizada pela Veredas Produções, com patrocínio da Vivo.

Ná Ozzetti e José Miguel Wisnik se cruzaram musicalmente pela primeira vez em 1985. Após 30 anos, este encontro foi celebrado no CD Ná e Zé, que reúne canções compostas por Zé Miguel entre 1978 e 2014 e que marcam a trajetória de ambos. São poemas de Fernando Pessoa, Oswald de Andrade e Cacaso, parcerias com Alice Ruiz e Paulo Neves, compartilhadas por Ná e Zé ao longo desses anos. Agora, as composições do CD receberam reforço com o lançamento do LP duplo, que inclui as inéditas Sopro de Flor, parceria de Wisnik e Dominguinhos, e Mais Simples.

“A primeira vez que ouvi as canções do Zé Miguel Wisnik, em 1985, fiquei impressionada com a quantidade e qualidade do que se apresentava. Canções com muita personalidade, que traziam um diferencial para as referências que eu tinha até então. Ao mesmo tempo que soavam redondas, em um casamento perfeito entre melodias e letras. Privilégio! Passei a incluí-las em meus shows e acabei gravando quatro delas em meu primeiro disco solo, em 1988”, relembra Ná.

Ná Ozzetti nasceu em berço musical. Estudou piano na infância e começou a cantar na adolescência. Em 1979 iniciou sua carreira no grupo Rumo. Com o seu primeiro álbum solo, “Ná Ozzetti”, recebeu o Prêmio Sharp de revelação feminina na categoria MPB. Já no segundo, foi novamente premiada nas categorias melhor disco e melhor arranjo no segmento pop-rock. Em 2000, foi eleita melhor intérprete no Festival da Música Brasileira, promovido pela Rede Globo. Além de diversas outras premiações e lançamentos, a cantora e compositora participou de projetos com outros artistas, como Luiz Tatit, Suzana Salles, Itamar Assumpção, Zélia Duncan, Mônica Salmaso, Ivan Vilela, Kristoff Silva, entre outros.

Graduado em letras, mestre e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP, José Miguel Wisnik estudou piano clássico e apresentou-se pela primeira vez como solista da Orquestra Municipal de São Paulo, aos 17 anos. Wisnik tem três discos gravados e escreve ensaios regularmente sobre música e literatura. Além disso, compõe para espetáculos de cinema, teatro e dança.

A dupla se apresentará também no Teatro Municipal Casa da Ópera, em Ouro Preto/MG, no dia 01 de Setembro.

A série Domingo no Museu

Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo no Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP), que integra o conjunto arquitetônico da Pampulha, patrimônio cultural da humanidade. Patrocinado pela Vivo por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do estado de Minas Gerais, o projeto já recebeu artistas como Ná Ozzetti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Wagner Tiso, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para os belo-horizontinos.

Vivo incentiva cultura

A Vivo incentiva projetos que promovem a transformação social e a valorização da cultura brasileira em diferentes regiões do país. Somente em Minas Gerais, foram aplicados 3,9 milhões de reais em 11 projetos incentivados que

beneficiaram mais de 600 mil pessoas, em 2016. O apoio da Vivo destina-se principalmente às iniciativas que promovem democratização do acesso à cultura, como o projeto Domingo no Museu, e formação de novos talentos.



Serviço

Domingo no Museu apresenta Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik – Lançamento do LP duplo “Ná e Zé”

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16.585)

Data: 3 de setembro, às 11h

Ingressos: R$20 (inteira) / R$10 (meia-entrada) mediante apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula

Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300 – 3281-6720) - a partir de 28 de Agosto e no Museu de Arte da Pampulha no dia do evento a partir das 10h.

Informações: (31) 3222-5271 / 3277-7996