Galeria

19/02/2017

Projeto Domingo no Museu apresentou “ALFREDO DEL-PENHO”

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Projeto Domingo no Museu apresentou “ALFREDO DEL-PENHO” 19/02/2017

171

Em mais uma manhã de verão em um dos cartões postais da capital mineira, o Museu de Arte da Pampulha (MAP), o compositor Alfredo Del-Penho trará o samba inspirado em suas histórias, vivências e viagens, no show de lançamento do CD Samba Sujo, dia 19 de fevereiro, às 11h, no projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções.

Samba Sujo foi produzido por meio de financiamento coletivo, com mais de 700 colaboradores, sendo a maioria mineiros. “Queria que o samba ouvido nesse disco fosse além da música, que cada faixa tivesse a poeira dos lugares por onde passei, das rodas que viraram madrugadas, das discussões em mesa de bar, das práticas cotidianas dessa nova gente que é samba. Procurei fazer esse disco sem a preocupação da assepsia, da limpeza e perfeição a que o estúdio condena a gente. Por isso o nome Samba Sujo”, explica o artista em texto escrito para encarte do CD.

Neste novo trabalho, Del-Penho coloca composições autorais ao lado de pérolas de mestres como Baden Powell, João Nogueira e Paulo César Pinheiro. Acompanhado pelos músicos Eduardo Neves (sopro), Zero (percussão) e Antônio Neves (bateria e trombone), Alfredo recria o clima das rodas de samba com este repertório leve, espontâneo e autêntico.

Aos 35 anos, o carioca Del-Penho atua como cantor, compositor, instrumentista, produtor, pesquisador e ator. Em 15 anos de carreira, o músico tem 10 discos de MPB lançados e é considerado um dos símbolos da revitalização artística da Lapa, no centro do Rio de Janeiro, região boemia e conhecida por suas famosas rodas de samba.

A série Domingo no Museu

Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo no Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP), que integra o conjunto arquitetônico da Pampulha, patrimônio cultural da humanidade. Patrocinado pela Banzai HondaTriumph BH e Rede Mater Dei de Saúde e realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte – Fundação Municipal de Cultura sob o nº 22/2014/IF, o projeto já recebeu artistas como Ná Ozzetti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Wagner Tiso, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.



SERVIÇO:

Domingo no Museu –Alfredo Del-Penho lança “Samba Sujo”

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16.585)

Data: Dia 19 de fevereiro, às 11h

Ingressos: à R$20 (inteira) - R$10 (meia-entrada) mediante a apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula

Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – a partir do dia 06 de Fevereiro e no Museu de Arte da Pampulha no dia do evento a partir das 10h

Informações: (31) 3222-5271 / 3277-7996