Galeria

30/04/2016

Projeto Série BH Instrumental apresentou ARISMAR DO ESPIRITO SANTO E ABERTURA CELSO MOREIRA QUARTETO

Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

BH Instrumental

Nos anos 1997/98 a VEREDAS realizou com muito sucesso de público e crítica a “Série Instrumental”, projeto que trouxe pela primeira vez a Belo Horizonte grandes nomes do jazz como John Anderson, Paquito D´Rivera, Gonzalo Rubalcaba, Mike Stern, Joe Zawinul, e também grandes nomes da Música Instrumental Brasileira como Paulo Moura, Zimbo Trio, Guinga, Gilson Peranzzetta, César Camargo Mariano e Romero Lubambo e abriu espaço para grandes músicos mineiros como Juarez Moreira, Toninho Horta, Wagner Tiso, Chiquito Braga e muitos outros mais.
Em 2008, a “Série Instrumental” retornou ao cenário musical da cidade trazendo uma série de 9 espetáculos, sendo 4 no Teatro do Sesiminas – (BANDA MANTIQUEIRA, LEO GANDELMAN, RENATO BORGHETTI e BARBATUQUES), 2 do Grande Teatro do Palácio das Artes (JOBIM JAZZ e WAGNER TISO) e um espetáculo ao ar livre na Praça Marechal Floriano (CHICO AMARAL, JUAREZ MOREIRA E NIVALDO ORNELAS).
A cada edição foi oferecido um workshop gratuito aos músicos e estudantes de música da Grande Belo Horizonte e um ensaio aberto para estudantes da rede pública.
A partir de 2011, a Série Instrumental traz a “ SÉRIE BH INSTRUMENTAL”, com espetáculos na Praça Floriano Peixoto.
O projeto busca assim divulgar a música instrumental trazendo ao palco grandes instrumentistas com o objetivo de formar público para música e popularizar o acesso a espetáculos de qualidade desenvolvendo assim a consciência crítica dos cidadãos. Apoio Institucional: Instituto UNIMED-BH, com os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura através de doações de pessoas físicas.

Projeto Série BH Instrumental apresentou ARISMAR DO ESPIRITO SANTO E ABERTURA CELSO MOREIRA QUARTETO 30/04/2016

152

Sábado de muita música e atrações especiais em BH

Projeto BH Instrumental inicia temporada de apresentações com músicos consagrados e da nova geração

 

No sábado, dia 30 de abril, o Instituto Unimed-BH, em parceria com a Veredas Produções, promove o primeiro show da série BH Instrumental do ano. Será uma dobradinha musical que acontece na parte da manhã, a partir das 11h, na Praça da Saúde, e à noite, às 19h30, na Praça Floriano Peixoto. Os convidados para abertura da programação do projeto são Arismar do Espírito Santo, que lança seu CD comemorativo na capital, Celso Moreira QuartetoMarcela Nunes e Renato Muringa e Trio Caviúna. As atrações também integram o projeto Circuito Instituto Unimed-BH, em comemoração aos 45 anos da Cooperativa.

 

Quem abre o BH Instrumental na manhã de sábado são os grupos selecionados pelo edital de Bandas Instrumentais 2016 – Circuito Instituto Unimed-BH. A Praça da Saúde será palco para shows de chorinho com músicos de destaque da nova cena em BH. O Trio Caviúna se apresenta às 11h, com “Alma de Violões”. Os músicos Humberto JunqueiraGustavo Monteiro e Artur Pádua trazem um repertório de clássicos e composições contemporâneas e autorais, resgatando a riqueza do instrumento que representa a tradição da música instrumental popular brasileira.

 

Em seguida, Marcela Nunes Renato Muringa, parceiros dentro e fora do palco, apresentam o show “Em Casa”. As composições interpretadas pela dupla, acompanhada de Agostinho Paolucci e Luisa Mitre, integram o CD autoral dos músicos, lançado em outubro de 2015.

 

Ao cair da noite, a Praça Floriano Peixoto entra em cena. Às 19h30, o também selecionado pelo edital de bandas Celso Moreira Quarteto apresenta “Cenas Brasileiras”. O consagrado compositor, guitarrista e violonista sobe ao palco ao ladoChristiano Caldas, André Queiroz Milton Ramos. Os arranjos são de autoria do próprio Celso Moreira, assim como algumas composições, intercaladas com pérolas de Tom Jobim, Pixinguinha, Noel Rosa, Wes Montgomery, entre outros.

 

Para encerrar a programação de abertura do BH InstrumentalArismar do Espírito Santo assume o comando da Praça Floriano Peixoto e lança seu mais novo CD no show “Roda Gingante”, que comemora os seus 60 anos. Instrumentos como  acordeon, guitarra elétrica, violão 7 cordas e contrabaixo dão vida às composições interpretadas por Leonardo AmuedoBebe Kramer e Thiago Espírito Santo.

 

Conheça mais sobre os artistas convidados:

- Arismar do Espírito Santo

Referência em vários instrumentos, Arismar é multi-instrumentista, arranjador e compositor. Sua música é reconhecida pelas harmonias inusitadas, improvisos melódicos, ritmo contagiante e muita criatividade. Com 60 anos, e mais de 40 dedicados a música, o artista já se apresentou em turnês no país e no exterior, ao lado de Hermeto Pascoal e Nenê. A Orquestra Jazz Sinfônica e a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo apresentaram concertos especiais com as composições de Arismar, que também atuou como solista. Arismar do Espiríto Santo recebeu o Prêmio Sharp de Música, o Prêmio Funarte e foi eleito um dos dez melhores guitarristas do Brasil. Com seis CDs lançados, Arismar é também colaborador das revistas Brasileiros e Guitar Player.

 

- Celso Moreira

Celso Moreira é compositor, guitarrista e violonista autodidata. Ao longo de sua carreira fez parcerias musicais com Fernando Brant, Murilo Antunes, entre outros.  Atuou como instrumentista de músicos como Milton Nascimento, Nivaldo Ornelas e Wagner Tiso. Em 1992, recebeu o troféu Faísca como músico mais atuante do ano, e em 2001 e 2006, foi consagrado pelo Prêmio BDMG Instrumental. Seu primeiro álbum solo foi lançado em 2007, Celso Moreira Autoral. Atualmente, o músico também é professor de harmonia, guitarra e violão.

 

 

- Trio Caviúna

Formado por Humberto Junqueira (violão 6 cordas), Gustavo Monteiro (violão 7 cordas) e Artur Padua (violão 6 cordas), o Trio Caviúna destaca o instrumento como um dos principais na música instrumental brasileira. Com arranjos inéditos e o peso dos três violões juntos, o trio apresenta uma sonoridade singular e que consagra a riqueza da música instrumental no estado.

 

- Marcela Nunes e Renato Muringa

Os músicos e compositores realizam há alguns anos trabalhos de pesquisa, criação e interpretação de música instrumental brasileira, com especial dedicação ao choro. Em 2012, a dupla fundou o grupo Choro Nosso, que divulga o choro produzido em Minas Gerais. Recentemente, Marcela Nunes e Renato Muringa lançaram o CD “Em Casa”.

 

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH foi criado em 2003 com a missão de conduzir o Programa de Responsabilidade Social Cooperativista da Unimed-BH. Os projetos desenvolvidos têm na saúde sua área prioritária, mas mantêm interface com outros campos por meio de cinco linhas de ação: Comunidade, Meio ambiente, Voluntariado, Adoção de espaços públicos e Cultura.

 

Em 2015, mais de 1,4 milhão de pessoas constituíram o público beneficiado, direta e indiretamente, pelas linhas de atuação do Instituto e a platéia total dos espetáculos apoiados pelo Programa Cultural, por meio do qual os cooperados escolhem destinar parte do seu Imposto de Renda para o fomento de ações socioculturais. A cada ano, as atividades conquistam aprovação e confiança, ampliando-se as adesões. Atualmente, mais de 4 mil médicos cooperados e colaboradores incentivam a arte e a cultura.

 

Circuito Instituto Unimed-BH

Criado para estimular a saúde e o bem-estar ao ar livre, o Circuito Instituto Unimed-BH, realizado pelo Instituto Unimed-BH, oferece gratuitamente atividades físicas, de lazer e socioculturais em espaços públicos: Praças da Saúde e Floriano Peixoto, em BH, e Praça Milton Campos, em Betim. Somente em 2015, foram realizadas mais de 35 apresentações culturais, além de aulas de Tai chi chuan, alongamento e caminhada orientada, beneficiando mais de 23 mil pessoas. As atividades são gratuitas e abertas ao público. Neste ano, a programação do Circuito durante todo o ano será em comemoração aos 45 anos da Cooperativa.

 

Projeto BH Instrumental

Realizado pela Veredas Produções, o projeto integra o Circuito Instituto Unimed-BH e busca divulgar a música instrumental. A série traz aos palcos grandes instrumentistas, com o objetivo de formar público para música e popularizar o acesso a espetáculos de qualidade, desenvolvendo, assim, a consciência crítica dos cidadãos. Conta com o Patrocínio do Instituto Unimed-BH, com os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura por meio de doações de pessoas físicas.

 

Serviços:

PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL

Dia 30 de abril – sábado, a partir das 11h – Praça da Saúde – Bairro Grajaú (Av. Silva Lobo)

TRIO CAVIÚNA E MARCELA NUNES E RENATO MURINGA

 

Dia 30 de abril – sábado, a partir das 19h30 – Praça Floriano Peixoto

CELSO MOREIRA QUARTETO APRESENTA “CENAS BRASILEIRAS”. 

ARISMAR DO ESPÍRITO SANTO NO LANÇAMENTO DO CD “RODA GINGANTE” E COMEMORANDO SEUS 60 ANOS.

 

Informações- 3222 5271 / Entrada franca

Patrocínio: Instituto Unimed-BH