Galeria

14/06/2015

Projeto Domingo no Museu apresentou CAROL SERDEIRA QUINTETO CONVIDOU FÁBIO TORRES

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Projeto Domingo no Museu apresentou CAROL SERDEIRA QUINTETO CONVIDOU FÁBIO TORRES 14/06/2015

131

O doce timbre da voz de Carol Serdeira dialoga com suas influências jazzísticas e com a música instrumental brasileira no palco do Domingo no Museu, da Veredas Produções. No dia 14 de junho, às 11 horas, o cenário do Museu de Arte da Pampulha (MAP) será palco para um envolvente samba-jazz, no show de Carol Serdeira Quinteto, ao lado do convidado especial Fábio Torres, consagrado pianista, arranjador e compositor brasileiro.

Acompanhada por Breno Mendonça (saxofone), Bruno Vellozo (baixo), Fernando Delgado (bateria) e Samy Erick (guitarra e violão), Carol Serdeira apresentará canções autorais, releituras de seu primeiro CD, “Lembrete”, e composições inéditas do seu novo trabalho “Menina dos Olhos”, que será lançado ainda este ano. No repertório do seu segundo disco, a cantora privilegia a nova geração de compositores mineiros.

O músico Fábio Torres completa este time de instrumentistas e traz para o show de Carol Serdeira todo o talento e musicalidade que conquistaram plateias em todo o mundo. Integrante do Trio Corrente, ao lado de Edu Ribeiro e Paulo Paulelli, o pianista foi premiado pelo Grammy Americano e Latino, em 2014, na categoria melhor álbum de jazz latino, pelo CD Song for Maura, gravado em parceria com o saxofonista cubano PaquitoD’Rivera.


Conheça mais sobre Carol Serdeira

A cantora esteve presente em importantes festivais e projetos pelo país, entre eles o SpazioCaffè Jazz Festival, em Juiz de Fora, no qual dividiu palco com João Bosco; Caminhos Verdes Jazz Festival; o espetáculo Dentro de Nós Mora um Anjo, em homenagem à compositora Sueli Costa; Palco Beebop, no Savassi Jazz Festival; Festival Jazz de Montanha; e o Projeto Caixa Acústica, quando se apresentou ao lado de Sérgio Santos.


Conheça mais sobre Fábio Torres

O pianista, arranjador e compositor iniciou seus estudos de piano aos cinco anos de idade. Posteriormente concluiu o curso técnico em piano erudito e se graduou em bacharel em composição, em 1998, pela Eca – USP. Fábio foi vencedor do Projeto Nascente, destinado a jovens talentos da USP e finalista do I Prêmio Visa, ao lado de André Mehmari e Hamilton de Holanda. O músico gravou diversos CDs em grupo e já iniciou o seu segundo disco autoral. Seu primeiro trabalho, “Pra Esquecer das Coisas Úteis”, conta com os músicos Luciana Alves, Tatiana Parra, Fabiana Cozza, Renato Bráz, Chico Pinheiro, entre outros. Sua atuação é reconhecida no país e no exterior, consolidada em participações em festivais no Uruguai, Nicarágua, Venezuela, Espanha, França, Irlanda, Escócia, Japão, Holanda e Suíça. Atualmente, além de finalizar seu trabalho autoral, grava o novo CD do Trio Corrente, ao lado de Edu Ribeiro e Paulo Paulelli.


Carol Serdeira Quinteto


- Breno Mendonça

Breno é saxofonista, produtor, compositor e professor, com mais de 10 anos de carreira. Formado em saxofone e arranjo pela Bituca – Universidade de Música Popular, o músico foi eleito melhor instrumentista do BDMG Instrumental em uma de suas edições e finalista em 2015. Em seu currículo, participações nos festivais Jazz de Montanha, Pelotas Jazz, Savassi Festival, Valadares Jazz Festival e BH Jazz. O músico possui dois CDs gravados e faz shows com Samy Erick, Pablo Passini, Fred Selva, Toninho Horta, Márcio Bahia, Serginho Silva, Nivaldo Ornelas, Nailor Proveta e Jazz Mineiro Orquestra. Ainda este ano Breno Mendonça estreia nova turnê com o Breno Mendonça Quinteto, influenciado pelo afro samba jazz.


- Bruno Vellozo

Aos 10 anos Bruno começou a tocar contrabaixo com o pai. Foi selecionado em 2011 pelo Jovem Instrumentista BDMG e eleito melhor músico acompanhante e instrumentista em 2013 e 2015. O músico foi aprovado pela UFMG em primeiro lugar no curso de música popular com habilitação em contrabaixo. Bruno Vellozo também é formado pela Bituca, onde estudou com Enéias Xavier e Ian Guest. Na instituição, recebeu o prêmio de melhor aluno de contrabaixo da turma de 2011. O instrumentista tocou ao lado de Toninho Horta, André Valadão, Kadu Vianna, Leo Eymard e Lucas Telles.


- Fernando Delgado

Baterista e engenheiro de áudio, Fernando Delgado atua há 17 anos no cenário da música. Conhecido como Bola, Fernando acompanha Lulo Reinhard, Toninho Horta Trio, Banda Mundo, Affonsinho, Dona Jandira, Sean Mackenzie Trio, Giovanni Mendes Quarteto, Cumbiamuffin, Tiago Barros, Gervais Koffi, Ana Delgado, Eduardo Delgado, Frederico Heliodoro Trio, Banda Tabulero, Rapa do Tacho, Mandrax, Jean Calmard, Breno Mendonça, Matheus Barbosa, Enéias Xavier, Ezequiel Lima, Pablo Passini, Nathy Faria e Clube do Choro. O músico participa de festivais como Savassi Jazz Festival, Festival Tudo é Jazz, Darling HarborLatin Music Fiesta, Brazilian day Festival, 2º East Timor Carnival, BathurstInternational Jazz Festival e Basel Jazz Festival.


- Samy Erick

Violonista, guitarrista, compositor e produtor musical, Samy é bacharel em música pela UEMG. Samy Erick já é reconhecido no cenário musical por acompanhar artistas como Serginho Silva, Breno Mendonça, Andrea Amendoeira, Léo Pires, Warley Henrique, entre outros. O músico foi vencedor do 14º Prêmio BDMG Instrumental. Em julho de 2015, Samy apresenta seu trabalho autoral com músicas inéditas de seu primeiro disco, “Rebento”, no Savassi Festival.

 

A série Domingo no Museu

Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo no Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP). Patrocinado pelo Instituto Unimed-BH e pela empresa Ativas Data Center, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

O projeto já recebeu artistas como NáOzzeti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.

 


SERVIÇO:

Domingo no Museu – Carol Serdeira Quinteto convida Fábio Torres

Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)

Data: Dia 14 de junho, às 11 horas

Ingressos: à R$20 (inteira) - R$10 (meia-entrada) mediante a apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula

Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – a partir do dia 02/06 e Museu de Arte da Pampulha no dia do evento

Informações: (31) 3277-7996