Próximos Eventos

1
2
7
4
6
5
3
?1468001446

Outros Projetos

Entre os trabalhos realizados pela empresa, destacam-se:

2000 a 2011 - Projeto "Música no Museu da Pampulha" no Museu de Arte da Pampulha;
2003 a 2011 – Projeto “Domingo no Museu” no Museu de Arte da Pampulha;
1997 e 1998 / 2007 a 2011 - “Série Instrumental” - apresentando Paulo Moura, Juarez Moreira, Wagner Tiso, Leo Gandelman, Zimbo Trio, Paquito D`Rivera, Mike Stern, César Camargo Mariano, Guinga, Nenê, Nelson Freire; Afrosambajazz, Barbatuques, Renato Borguetti, Violões de Minas, Carlos Malta e Pife Muderno, Arthur Moreira Lima, Célio Balona.
2007 a 2011 - "Festa da Música" que trouxe 50 atrações musicais gratuitas em praças e teatros de Belo Horizonte, atingido um público aproximado de 100 mil pessoas por edição;
2006 – Produção executiva do Ciclo de Palestras “O Esquecimento da Política”.
2002 a 2009 - Projeto “2 Tempos” no Museu Histórico Abílio Barreto;
2002 e 2003 – “Seminário de Marketing Cultural” na cidade de Goiânia;
1999 - Divulgação e Assessoria de Imprensa de diversos shows, entre eles Djavan, Zizi Possi, Deep Purple, Credende Clearwater Revival;
1996 e 1997 - I° e II° Seminário de Ritmos Brasileiros em Belo Horizonte e Ouro Preto.
1998 e 2007: “Encontros Musicais” com César Camargo Mariano, Paulo Moura, Guinga, João Donato, Naná Vasconcelos, Juarez Moreira, Gilson Peranzzetta e Nenê”, “Concerto da Harmonia” com Nelson Freire.
Outros artistas produzidos pela empresa: Duo Assad, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, Madredeus, Sérgio Santos, Bill Evans, O Mistério das Vozes Búlgaras, Joe Anderson, Joe Zawinul Syndicate, Betty Carter, Olívia Byngton, Zé Miquel Wisnik, Paulo Bellinati, Pau Brasil, Nelson Ayres, Rosa Passos, Ná Ozzetti, Quinteto Villa Lobos, Um Sopro de Brasil, Violões do Brasil, Mônica Salmaso, Antonio Meneses, entre outros.


Parceiros
Com alto índice de retorno institucional, os projetos da VEREDAS PRODUÇÕES estão em conformidade com a legislação em vigor.
Confira alguns patrocinadores que apóiam e apoiaram nossos projetos.

• UNIMED – BH
• TECNOCAL
• EMIVE
• Vox Populi
• Telemig
• Grupo Adservis
• Racimec Informática Brasileira S/A
• Prosegur Transportadora de Valores Segurança
• Informática Progresso Ltda.
• Origin C&P Services Brasil Participações Ltda.
• Vitae Serviços Assistenciais S/C Ltda.
• Microcity Computadores e Sistemas Ltda.
• Hospital Vera Cruz
• Tecar Automóveis
• Hospital Socor S/A
• Instituto Pitágoras de Educação Sociedade Ltda.
• Opção Serviços Gerais Ltda.
• Central Beton
• Refrigerantes Minas Gerais
• Rede Promenade
• Acesita
• Líder Táxi Aéreo
• Banco Itaú
• MG Informática
• MSA Tecnologia da Informação
• Banco Bonsucesso
• Garra Veículos
• Audi Carbel
• Strada Fiat
• Gerdau Açominas
• Hermes Pardini
• Líder Aviação
• Scalla Gráfica
• Instituto Cidadania Unimed BH
• Royal Golden Hotel
• Casa dos Contos
• Natura

VEREDAS PRODUCÕES RECOMENDA 21/11/2014

122

 

Cordas, Gonzaga e Afins, com Elba Ramalho,chega a Belo Horizonte em novembro
Turnê homenageia Luiz Gonzaga e os 35 anos do lançamentodoprimeiro
álbum de Elba Ramalho 
O projeto pernambucano Cordas, Gonzaga e Afins será apresentado em Belo Horizonte, dia 21 de novembro, no Sesc Palladium, às 21 horas. O show reunirá a cantora Elba Ramalho, o grupo instrumental SaGRAMA, o quarteto de cordas Encore, o baterista Tostão Queiroga e os sanfoneiros Beto Hortis e Marcelo Caldi. O espetáculo faz parte da série de shows Natura Musical.
O show tem duração de 1h30 e é dividido em dois atos, imperceptíveis ao público, que fará um passeio do sertão ao mar, como foi a trajetória de Gonzagão.Criado pela produtora cultural e jornalista Margot Rodrigues, o projeto, que celebra o Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e comemora os 35 anos de lançamento do primeiro álbum de Elba Ramalho, “Ave de Prata”, traz uma nova roupagem para as canções do “Mestre Lua” e o universo que o inspirava. Elba revive no palco seus momentos de atriz, interpretando textos do dramaturgo Newton Moreno e João Cabral de Melo Neto.
O repertório conta com 32 canções, muitas delas do Rei do Baião e de músicos consagrados, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, com “O ciúme” e “Domingo no Parque”, respectivamente. Entre as músicas de Gonzagão estão “Algodão”, “Assum Preto”, “Braia Dengosa”, “Sabiá” e “Que Nem Jiló”. 
Três diretores assinam o espetáculo. Sergio Campelo, líder do SaGRAMA, faz os arranjos e direção musical; a direção de André Brasileiro acentua a dramaticidade de Elba Ramalho que, por meio das imagens do VJ Gabriel Furtado, levará o público ao sertão gonzaguiano. Para essa viagem, o espetáculo utilizaprojeções da Caravana TimeLapse, que inova na técnica de captação de imagens raras e naturais. Em um dos ensaios, o Tupiaganga, feito no Rio de Janeiro, a captação foi feita de cima de vários prédios, escalando picos e morros. Outro projeto foi o Mandacaru, que captou a alma da cidade abandonada de Cococi, no Ceará.O cenógrafo, maquiador e professor de cênicas, Marcondes Lima, uniu a estética sertaneja e contemporânea nas texturas e cores, presentes também no figurino de Elba, que tem auxílio dos estilistas pernambucanos Carol Azevedo, Gustavo Silvestre, Carol Silveira, Vagamundoe Refazenda.
Após passar por Salvador, Fortaleza, Rio, Recife, Curitiba e Belo Horizonte,o espetáculo seguirá para a última cidade da turnê, São Paulo (25 e 26/11).
 
SERVIÇO
Evento: Cordas, Gonzaga e Afins – Elba Ramalho
Local: Grande Teatro do Sesc Palladium (rua 
Rio de Janeiro, 1046, Centro
Data: 21 de novembro
Horário: 21 horas 
Ingressos :Plateia  I e II - R$ 100 (inteira) e R$50 (meia-entrada) ; Plateia III – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada)
Informações sobre o evento (público): (31) 3270-8100

Cordas, Gonzaga e Afins, com Elba Ramalho,chega a Belo Horizonte em novembro
Turnê homenageia Luiz Gonzaga e os 35 anos do lançamento do primeiro álbum de Elba Ramalho

O projeto pernambucano Cordas, Gonzaga e Afins será apresentado em Belo Horizonte, dia 21 de novembro, no Sesc Palladium, às 21 horas. O show reunirá a cantora Elba Ramalho, o grupo instrumental SaGRAMA, o quarteto de cordas Encore, o baterista Tostão Queiroga e os sanfoneiros Beto Hortis e Marcelo Caldi. O espetáculo faz parte da série de shows Natura Musical.

O show tem duração de 1h30 e é dividido em dois atos, imperceptíveis ao público, que fará um passeio do sertão ao mar, como foi a trajetória de Gonzagão.Criado pela produtora cultural e jornalista Margot Rodrigues, o projeto, que celebra o Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e comemora os 35 anos de lançamento do primeiro álbum de Elba Ramalho, “Ave de Prata”, traz uma nova roupagem para as canções do “Mestre Lua” e o universo que o inspirava. Elba revive no palco seus momentos de atriz, interpretando textos do dramaturgo Newton Moreno e João Cabral de Melo Neto.

O repertório conta com 32 canções, muitas delas do Rei do Baião e de músicos consagrados, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, com “O ciúme” e “Domingo no Parque”, respectivamente. Entre as músicas de Gonzagão estão “Algodão”, “Assum Preto”, “Braia Dengosa”, “Sabiá” e “Que Nem Jiló”.

Três diretores assinam o espetáculo. Sergio Campelo, líder do SaGRAMA, faz os arranjos e direção musical; a direção de André Brasileiro acentua a dramaticidade de Elba Ramalho que, por meio das imagens do VJ Gabriel Furtado, levará o público ao sertão gonzaguiano. Para essa viagem, o espetáculo utilizaprojeções da Caravana TimeLapse, que inova na técnica de captação de imagens raras e naturais. Em um dos ensaios, o Tupiaganga, feito no Rio de Janeiro, a captação foi feita de cima de vários prédios, escalando picos e morros. Outro projeto foi o Mandacaru, que captou a alma da cidade abandonada de Cococi, no Ceará.O cenógrafo, maquiador e professor de cênicas, Marcondes Lima, uniu a estética sertaneja e contemporânea nas texturas e cores, presentes também no figurino de Elba, que tem auxílio dos estilistas pernambucanos Carol Azevedo, Gustavo Silvestre, Carol Silveira, Vagamundoe Refazenda.

Após passar por Salvador, Fortaleza, Rio, Recife, Curitiba e Belo Horizonte,o espetáculo seguirá para a última cidade da turnê, São Paulo (25 e 26/11).

SERVIÇO

Evento: Cordas, Gonzaga e Afins – Elba Ramalho
Local: Grande Teatro do Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1046, CentroData: 21 de novembro
Horário: 21 horas
Ingressos :Plateia  I e II - R$ 100 (inteira) e R$50 (meia-entrada) ; Plateia III – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada)
Informações sobre o evento (público): (31) 3270-8100