Galeria

07/11/2014

Dori Caymmi lança CD em homenagem às suas sete décadas de vida

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Outros Projetos

Entre os trabalhos realizados pela empresa, destacam-se:

2000 a 2011 - Projeto "Música no Museu da Pampulha" no Museu de Arte da Pampulha;
2003 a 2011 – Projeto “Domingo no Museu” no Museu de Arte da Pampulha;
1997 e 1998 / 2007 a 2011 - “Série Instrumental” - apresentando Paulo Moura, Juarez Moreira, Wagner Tiso, Leo Gandelman, Zimbo Trio, Paquito D`Rivera, Mike Stern, César Camargo Mariano, Guinga, Nenê, Nelson Freire; Afrosambajazz, Barbatuques, Renato Borguetti, Violões de Minas, Carlos Malta e Pife Muderno, Arthur Moreira Lima, Célio Balona.
2007 a 2011 - "Festa da Música" que trouxe 50 atrações musicais gratuitas em praças e teatros de Belo Horizonte, atingido um público aproximado de 100 mil pessoas por edição;
2006 – Produção executiva do Ciclo de Palestras “O Esquecimento da Política”.
2002 a 2009 - Projeto “2 Tempos” no Museu Histórico Abílio Barreto;
2002 e 2003 – “Seminário de Marketing Cultural” na cidade de Goiânia;
1999 - Divulgação e Assessoria de Imprensa de diversos shows, entre eles Djavan, Zizi Possi, Deep Purple, Credende Clearwater Revival;
1996 e 1997 - I° e II° Seminário de Ritmos Brasileiros em Belo Horizonte e Ouro Preto.
1998 e 2007: “Encontros Musicais” com César Camargo Mariano, Paulo Moura, Guinga, João Donato, Naná Vasconcelos, Juarez Moreira, Gilson Peranzzetta e Nenê”, “Concerto da Harmonia” com Nelson Freire.
Outros artistas produzidos pela empresa: Duo Assad, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, Madredeus, Sérgio Santos, Bill Evans, O Mistério das Vozes Búlgaras, Joe Anderson, Joe Zawinul Syndicate, Betty Carter, Olívia Byngton, Zé Miquel Wisnik, Paulo Bellinati, Pau Brasil, Nelson Ayres, Rosa Passos, Ná Ozzetti, Quinteto Villa Lobos, Um Sopro de Brasil, Violões do Brasil, Mônica Salmaso, Antonio Meneses, entre outros.


Parceiros
Com alto índice de retorno institucional, os projetos da VEREDAS PRODUÇÕES estão em conformidade com a legislação em vigor.
Confira alguns patrocinadores que apóiam e apoiaram nossos projetos.

• UNIMED – BH
• TECNOCAL
• EMIVE
• Vox Populi
• Telemig
• Grupo Adservis
• Racimec Informática Brasileira S/A
• Prosegur Transportadora de Valores Segurança
• Informática Progresso Ltda.
• Origin C&P Services Brasil Participações Ltda.
• Vitae Serviços Assistenciais S/C Ltda.
• Microcity Computadores e Sistemas Ltda.
• Hospital Vera Cruz
• Tecar Automóveis
• Hospital Socor S/A
• Instituto Pitágoras de Educação Sociedade Ltda.
• Opção Serviços Gerais Ltda.
• Central Beton
• Refrigerantes Minas Gerais
• Rede Promenade
• Acesita
• Líder Táxi Aéreo
• Banco Itaú
• MG Informática
• MSA Tecnologia da Informação
• Banco Bonsucesso
• Garra Veículos
• Audi Carbel
• Strada Fiat
• Gerdau Açominas
• Hermes Pardini
• Líder Aviação
• Scalla Gráfica
• Instituto Cidadania Unimed BH
• Royal Golden Hotel
• Casa dos Contos
• Natura

Dori Caymmi lança CD em homenagem às suas sete décadas de vida 07/11/2014

120

Dori Caymmi lança CD em homenagem às suas sete décadas de vida
Cantor, compositor e violonista apresentará show inédito em BH
Ao completar seu 70º aniversário, Dori Caymmi lança “70 anos”e presenteia o público com canções inéditas, apenas voz e violão. Na capital mineira, o músico se apresentará no dia 7 de novembro, às 21 horas, no Teatro Bradesco. Realizado pela Veredas Produções, o show celebra a trajetória de Dori, referência na música popular brasileira.
Companheiro inseparável de Dori Caymmi há 55 anos, o violão é cúmplice do compositor nas canções do seu novo trabalho, com letras em parceria com o poeta e amigo de longa data Paulo César Pinheiro. As temáticas das composições falam sobre um paraíso perdido, que talvez exista apenas na imaginação dos poetas,como em “Tela Viva” e “Dentro d’água”, que ressaltam o verde das matas, o azul celeste dos mares e o amarelo do sol tropical. 
As composições nasceram por meio de poesias e se completaram a distância, com Dori Caymmi em Los Angeles, na maior parte do tempo, e Paulo César Pinheiro no Brasil. Durante todo o processo, o cantor e compositor não abriu mão de destacar a musicalidade brasileira, característica expressiva em sua carreira.
De acordo com a cantora e compositora carioca, Joyce Moreno, Dori se reinventa a cada trabalho e “enche de sentimento e emoção qualquer canção que se aventure”. “Quando se espera que o compositor descanse sobre a grande obra já construída, ele vem com este CD, de deslumbrante simplicidade, homenageando o instrumento do qual é ao mesmo tempo parceiro e senhor”, completou a artista.
Dori Caymmi é o filho mais velho do mestre baiano Dorival Caymmi e de Adelaide Tostes Caymmi, cantora mineira que ficou conhecida como Stella Maris nos programas de rádio. Seu primeiro trabalho como músico foi ao lado da irmã Nana, como pianista. Suas influências principais, além de sua família musical, foram João Gilberto, Tom Jobim e o norte-americano Barney Kesser. 
Ainda em sua juventude, Dori começou a compor trilhas sonoras para programas de televisão e peças de teatro. Já nos anos 60, atuou como produtor, arranjador e diretor musical, e se destacou como compositor nos festivais da época, com músicas interpretadas por Nana Caymmi, Elis Regina e parcerias com Chico Buarque e Paulo César Pinheiro. Em 80, Dori Caymmi recebeu um convite de Quincy Jones e começou a investir no mercado norte-americano, no qual passou a trabalhar como arranjador e compositor. O músico já venceu dois Grammys Latinos e foi indicado em outros cinco.
SERVIÇO
Dory Caymmi lança “70 anos”
Data: 7 de novembro – Sexta-feira
Horário: 21 horas
Local:Teatro Bradesco | Centro Cultural Minas Tênis Clube - Rua da Bahia 2244 – Lourdes
Classificação: Livre
Entrada: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada) de acordo com a legislação
*Funcionamento da bilheteria: segunda a sábado das 12 às 21 horas, e domingo, das 12h às 19 horas. Telefone: 3516-1360
Vendas on-line: www.ingressorapido.com.br 
Dori Caymmi lança CD em homenagem às suas sete décadas de vida
Cantor, compositor e violonista apresentará show inédito em BH

Ao completar seu 70º aniversário, Dori Caymmi lança “70 anos” e presenteia o público com canções inéditas, apenas voz e violão. Na capital mineira, o músico se apresentará no dia 7 de novembro, às 21 horas, no Teatro Bradesco. Realizado pela Veredas Produções, o show celebra a trajetória de Dori, referência na música popular brasileira.

Companheiro inseparável de Dori Caymmi há 55 anos, o violão é cúmplice do compositor nas canções do seu novo trabalho, com letras em parceria com o poeta e amigo de longa data Paulo César Pinheiro. As temáticas das composições falam sobre um paraíso perdido, que talvez exista apenas na imaginação dos poetas,como em “Tela Viva” e “Dentro d’água”, que ressaltam o verde das matas, o azul celeste dos mares e o amarelo do sol tropical.

As composições nasceram por meio de poesias e se completaram a distância, com Dori Caymmi em Los Angeles, na maior parte do tempo, e Paulo César Pinheiro no Brasil. Durante todo o processo, o cantor e compositor não abriu mão de destacar a musicalidade brasileira, característica expressiva em sua carreira.

De acordo com a cantora e compositora carioca, Joyce Moreno, Dori se reinventa a cada trabalho e “enche de sentimento e emoção qualquer canção que se aventure”. “Quando se espera que o compositor descanse sobre a grande obra já construída, ele vem com este CD, de deslumbrante simplicidade, homenageando o instrumento do qual é ao mesmo tempo parceiro e senhor”, completou a artista.

Dori Caymmi é o filho mais velho do mestre baiano Dorival Caymmi e de Adelaide Tostes Caymmi, cantora mineira que ficou conhecida como Stella Maris nos programas de rádio. Seu primeiro trabalho como músico foi ao lado da irmã Nana, como pianista. Suas influências principais, além de sua família musical, foram João Gilberto, Tom Jobim e o norte-americano Barney Kesser.

Ainda em sua juventude, Dori começou a compor trilhas sonoras para programas de televisão e peças de teatro. Já nos anos 60, atuou como produtor, arranjador e diretor musical, e se destacou como compositor nos festivais da época, com músicas interpretadas por Nana Caymmi, Elis Regina e parcerias com Chico Buarque e Paulo César Pinheiro. Em 80, Dori Caymmi recebeu um convite de Quincy Jones e começou a investir no mercado norte-americano, no qual passou a trabalhar como arranjador e compositor. O músico já venceu dois Grammys Latinos e foi indicado em outros cinco.


SERVIÇO
Dory Caymmi lança “70 anos”

Data: 7 de novembro – Sexta-feira
Horário: 21 horas
Local: Teatro Bradesco | Centro Cultural Minas Tênis Clube - Rua da Bahia 2244 – Lourdes
Classificação: Livre
Entrada: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada) de acordo com a legislação
Funcionamento da bilheteria: segunda a sábado das 12 às 21 horas, e domingo, das 12h às 19 horas. Telefone: 3516-1360
Vendas on-line: www.ingressorapido.com.br