Galeria

06/07/2014

João Senise convida Gilson Peranzzetta

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

João Senise convida Gilson Peranzzetta 06/07/2014

111

João Senise convida Gilson Peranzzetta no Domingo no Museu
Cantor lançará seu novo CD em BH, “Just in Time”, com a participação especial de Zeca Assumpção
O Museu de Arte da Pampulha (MAP) receberá, dia 6 de julho, às 11 horas, mais um lançamento musical. O projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções, apresentará Just in Time, trabalho de estréia do cantor João Senise. Em turnê por todo o país, ao lado do maestro Gilson Peranzzetta, o músico contará, em sua passagem pela capital mineira, com a participação especial do contrabaixista Zeca Assumpção.
Gravado no final de 2013, o primeiro CD de João Senise possui em seu repertório sucessos do jazz internacional, como All of Me e Cheek to Cheek, além de composições de grandes ícones da MPB. Dentre elas, Sorriso de Luz, de Gilson Peranzzetta e Nelson Wellington, e Love Dance, também do maestro Peranzzetta, em parceria com Ivan Lins e Paul Williams.
Debutando no cenário da música, João Senise contou em seu trabalho de estreia com os convidados especiais Ivan Lins, Zé Luiz Mazziotti, Sofia Vaz, Gabriel Vaz, Mauro Senise, Idriss Boudrioua, José Arimatea, Ricardo Pontes, Zeca Assumpção, João Cortez, Mingo Araújo e Leo Amuedo. Os arranjos e direção musical são assinados por Gilson Peranzzetta e o CD conta, ainda, com a participação da Orquestra de Cordas, regida por Hugo Pilger.
Com 25 anos, João Senise nasceu em berço musical. Filho do músico Mauro Senise e da produtora Eliana Fonseca Peranzzetta, o cantor começou seus estudos de música aos quatro anos de idade. Entre 1996 e 1999, João integrou o coral do Colégio Espaço Educação, no Rio de Janeiro. Em 97, gravou a canção Sempre Amigos, ao lado de Gilson Peranzzetta, com quem fez diversos trabalhos posteriormente, atuando em gravações e shows. Dentre eles, participações na Festa da Música, em Belo Horizonte; no Sorocaba Jazz Festival; no XX Festival de Inverno de Domingos Martins, e no 6º Tiradentes Jazz Festival. João Senise já iniciou a produção de seu novo projeto, um CD dedicado a obra de Ivan Lins, João Senise canta Ivan Lins.
Conheça os convidados especiais
- Gilson Peranzzetta
Pianista, acordeonista, clarinetista, compositor, arranjador, produtor e maestro, é um dos mais requisitados artistas brasileiros da atualidade. Peranzzetta é considerado, pelo também maestro e produtor Quincy Jones, como um dos maiores arranjadores do mundo. O músico iniciou seus estudos de piano muito cedo e, aos 16 anos, gravou seu primeiro disco. Sua produção musical é composta por 200 músicas, 46 CDs solo, além de centenas de trabalhos como arranjador, pianista e produtor. Gilson é autor de sucessos como Love Dance e Setembro, em parceria com Ivan Lins, e Obsession, com Dori Caymmi. Artistas nacionais e internacionais já interpretaram as suas composições, dentre eles, Djavan, Ivan Lins, Leila Pinheiro, Leny Andrade, Nana Caymmi, Edu Lobo, George Benson, Sara Vaughn, Quincy Jones e Dianne Reeves. Gilson Peranzzetta atuou como solista e arranjador para a Orquestra Petrobrás Sinfônica, Pittsburgh Symphony Orchestra (EUA), Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, Orquestra dos Sonhos, Amazonas Jazz Band, UFRJazz e Camerata de Blumenau. Gilson é presença frequente em festivais na Europa, Estados Unidos e Japão. Dentre diversas premiações, destaca-se o CD “Iluminado – Dominguinhos”, que deu a Peranzzetta o Prêmio da Música Brasileira de melhor arranjador e recebeu, também, o XIII Grammy Latino de melhor álbum de música de raízes brasileiras.
- Zeca Assumpção
O contrabaixista estudou música, arranjo e composição no Berklee College of Music, em Boston. No Brasil, Zeca Assumpção gravou para rádio, TV, cinema e teatro. Durante 20 anos, trabalhou nos projetos de Egberto Gismonti. Atuou em várias turnês pela Europa, Estados Unidos, América do Sul e Japão. Zeca já tocou e gravou com Victor Assis Brasil, John Scofiels, Nelson Ayres, Claudio Roditi, Joyce, Wagner Tiso, Elis Regina, João Bosco, Chico Buarque, Michel Legrand, Caetano Veloso, Gal Costa, Benny Carter, Dorival Caymmi, entre outros. O músico foi fundador do “Grupo Um”, com Lelo Nazário e Zé Eduardo Nazário.
A série Domingo no Museu
Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP). Patrocinado pela empresa Tecnocal, por meio da Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto já recebeu artistas como Ná Ozzeti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.
SERVIÇO:
Domingo no Museu – João Senise convida Gilson Peranzzetta / Lançamento do CD “Just in Time” – participação especial de Zeca Assumpção
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)
Data: Dia 6 de julho, às 11 horas
Ingressos: à R$20 (inteira) - R$10 (meia-entrada) mediante a apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula
Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – a partir do dia 30 de junho  e Museu de Arte da Pampulha no dia do evento
Informações: (31) 3277-7996

João Senise convida Gilson Peranzzetta no Domingo no Museu
Cantor lançará seu novo CD em BH, “Just in Time”, com a participação especial de Zeca Assumpção


O Museu de Arte da Pampulha (MAP) receberá, dia 6 de julho, às 11 horas, mais um lançamento musical. O projeto Domingo no Museu, realizado pela Veredas Produções, apresentará Just in Time, trabalho de estréia do cantor João Senise. Em turnê por todo o país, ao lado do maestro Gilson Peranzzetta, o músico contará, em sua passagem pela capital mineira, com a participação especial do contrabaixista Zeca Assumpção.

Gravado no final de 2013, o primeiro CD de João Senise possui em seu repertório sucessos do jazz internacional, como All of Me e Cheek to Cheek, além de composições de grandes ícones da MPB. Dentre elas, Sorriso de Luz, de Gilson Peranzzetta e Nelson Wellington, e Love Dance, também do maestro Peranzzetta, em parceria com Ivan Lins e Paul Williams.

Debutando no cenário da música, João Senise contou em seu trabalho de estreia com os convidados especiais Ivan Lins, Zé Luiz Mazziotti, Sofia Vaz, Gabriel Vaz, Mauro Senise, Idriss Boudrioua, José Arimatea, Ricardo Pontes, Zeca Assumpção, João Cortez, Mingo Araújo e Leo Amuedo. Os arranjos e direção musical são assinados por Gilson Peranzzetta e o CD conta, ainda, com a participação da Orquestra de Cordas, regida por Hugo Pilger.

Com 25 anos, João Senise nasceu em berço musical. Filho do músico Mauro Senise e da produtora Eliana Fonseca Peranzzetta, o cantor começou seus estudos de música aos quatro anos de idade. Entre 1996 e 1999, João integrou o coral do Colégio Espaço Educação, no Rio de Janeiro. Em 97, gravou a canção Sempre Amigos, ao lado de Gilson Peranzzetta, com quem fez diversos trabalhos posteriormente, atuando em gravações e shows. Dentre eles, participações na Festa da Música, em Belo Horizonte; no Sorocaba Jazz Festival; no XX Festival de Inverno de Domingos Martins, e no 6º Tiradentes Jazz Festival. João Senise já iniciou a produção de seu novo projeto, um CD dedicado a obra de Ivan Lins, João Senise canta Ivan Lins.


Conheça os convidados especiais


- Gilson Peranzzetta

Pianista, acordeonista, clarinetista, compositor, arranjador, produtor e maestro, é um dos mais requisitados artistas brasileiros da atualidade. Peranzzetta é considerado, pelo também maestro e produtor Quincy Jones, como um dos maiores arranjadores do mundo. O músico iniciou seus estudos de piano muito cedo e, aos 16 anos, gravou seu primeiro disco. Sua produção musical é composta por 200 músicas, 46 CDs solo, além de centenas de trabalhos como arranjador, pianista e produtor. Gilson é autor de sucessos como Love Dance e Setembro, em parceria com Ivan Lins, e Obsession, com Dori Caymmi. Artistas nacionais e internacionais já interpretaram as suas composições, dentre eles, Djavan, Ivan Lins, Leila Pinheiro, Leny Andrade, Nana Caymmi, Edu Lobo, George Benson, Sara Vaughn, Quincy Jones e Dianne Reeves. Gilson Peranzzetta atuou como solista e arranjador para a Orquestra Petrobrás Sinfônica, Pittsburgh Symphony Orchestra (EUA), Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, Orquestra dos Sonhos, Amazonas Jazz Band, UFRJazz e Camerata de Blumenau. Gilson é presença frequente em festivais na Europa, Estados Unidos e Japão. Dentre diversas premiações, destaca-se o CD “Iluminado – Dominguinhos”, que deu a Peranzzetta o Prêmio da Música Brasileira de melhor arranjador e recebeu, também, o XIII Grammy Latino de melhor álbum de música de raízes brasileiras.


- Zeca Assumpção

O contrabaixista estudou música, arranjo e composição no Berklee College of Music, em Boston. No Brasil, Zeca Assumpção gravou para rádio, TV, cinema e teatro. Durante 20 anos, trabalhou nos projetos de Egberto Gismonti. Atuou em várias turnês pela Europa, Estados Unidos, América do Sul e Japão. Zeca já tocou e gravou com Victor Assis Brasil, John Scofiels, Nelson Ayres, Claudio Roditi, Joyce, Wagner Tiso, Elis Regina, João Bosco, Chico Buarque, Michel Legrand, Caetano Veloso, Gal Costa, Benny Carter, Dorival Caymmi, entre outros. O músico foi fundador do “Grupo Um”, com Lelo Nazário e Zé Eduardo Nazário.


A série Domingo no Museu
Tradicional no cenário cultural de Belo Horizonte e do estado, o Projeto Domingo Museu apresenta ao público ícones da música em um dos cartões postais da capital, o Museu de Arte da Pampulha (MAP). Patrocinado pela empresa Tecnocal, por meio da Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto já recebeu artistas como Ná Ozzeti, Paulo Belinatti, Juarez Moreira, Trio Madeira Brasil, Henrique Cazes, Paulo Freire, André Mehmari, entre muitos outros. A realização do Domingo no Museu no MAP foi responsável por consolidar o local como um espaço de lazer e cultura para todos os belo-horizontinos.


SERVIÇO:

Domingo no Museu – João Senise convida Gilson Peranzzetta / Lançamento do CD “Just in Time” – participação especial de Zeca Assumpção
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílo Negrão de Lima, 16585)
Data: Dia 6 de julho, às 11 horas
Ingressos: à R$20 (inteira) - R$10 (meia-entrada) mediante a apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula
Locais de venda: Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300) – a partir do dia 30 de junho  e Museu de Arte da Pampulha no dia do evento
Informações: (31) 3277-7996