Galeria

17/05/2014

Raul de Souza – 80 anos de vida e 60 anos de carreira

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

BH Instrumental

Nos anos 1997/98 a VEREDAS realizou com muito sucesso de público e crítica a “Série Instrumental”, projeto que trouxe pela primeira vez a Belo Horizonte grandes nomes do jazz como John Anderson, Paquito D´Rivera, Gonzalo Rubalcaba, Mike Stern, Joe Zawinul, e também grandes nomes da Música Instrumental Brasileira como Paulo Moura, Zimbo Trio, Guinga, Gilson Peranzzetta, César Camargo Mariano e Romero Lubambo e abriu espaço para grandes músicos mineiros como Juarez Moreira, Toninho Horta, Wagner Tiso, Chiquito Braga e muitos outros mais.
Em 2008, a “Série Instrumental” retornou ao cenário musical da cidade trazendo uma série de 9 espetáculos, sendo 4 no Teatro do Sesiminas – (BANDA MANTIQUEIRA, LEO GANDELMAN, RENATO BORGHETTI e BARBATUQUES), 2 do Grande Teatro do Palácio das Artes (JOBIM JAZZ e WAGNER TISO) e um espetáculo ao ar livre na Praça Marechal Floriano (CHICO AMARAL, JUAREZ MOREIRA E NIVALDO ORNELAS).
A cada edição foi oferecido um workshop gratuito aos músicos e estudantes de música da Grande Belo Horizonte e um ensaio aberto para estudantes da rede pública.
A partir de 2011, a Série Instrumental traz a “ SÉRIE BH INSTRUMENTAL”, com espetáculos na Praça Floriano Peixoto.
O projeto busca assim divulgar a música instrumental trazendo ao palco grandes instrumentistas com o objetivo de formar público para música e popularizar o acesso a espetáculos de qualidade desenvolvendo assim a consciência crítica dos cidadãos. Apoio Institucional: Instituto UNIMED-BH, com os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura através de doações de pessoas físicas.

Raul de Souza – 80 anos de vida e 60 anos de carreira 17/05/2014

109

 

Raul de Souza – 80 anos de vida e 60 anos de carreira
BH Instrumental receberá show inédito e comemorativo do consagrado trombonista
No dia 17 de maio, a série de shows BH Instrumental apresentará os 60 anos de carreira e os 80 de vida de Raul de Souza, narrados ao som singular de seu trombone. A abertura do show contará com a participação de duas bandas da capital mineira, selecionadas via edital, realizado pela  Veredas Produções, em parceria com o Instituto Unimed - BH.  Para receber o consagrado Raul de Souza, subirão ao palco o grupo Choro Nosso e Felipe Continentino. As apresentações terão início às 19 horas.  O acesso é gratuito.
Acompanhado por uma banda jovem e talentosa, Raul de Souza se apresentará ao lado de Fábio Torres (teclados), Mário Conde (guitarra e cavaquinho), Glauco Sölter (baixo) e Serginho Machado (bateria). O repertório do show terá um pouco de cada um dos seus trabalhos mais recentes, o DVD “O Universo Musical de Raul de Souza” e o CD “Voilá!”, que revelam a disposição e o virtuosismo do trombonista.
Reconhecido no Brasil e no exterior, Raul é batizado artisticamente por Ari Barroso e teve sua carreira internacional consolidada ao lançar seus CDs mundialmente. Tocou com Pixinguinha, Agostinho dos Santos, Tom Jobim, Zimbo Trio, Paulo Moura, Milton Nascimento, Djavan, Maria Bethânia, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti, além de participar da gravação do primeiro disco de música instrumental brasileira da história, ao lado de Sivuca, Altamiro Carrilho e Baden Powell. Em seus 80 anos de carreira, Raul também se apresentou com Sergio Mendes, Airto Moreira, Sonny Rollins, George Duke, Freddie Hubbard, Cannoball Adderley, entre outros.
O instrumentista teve um de seus trabalhos, “Collors”, como matéria de estudo da renomada Berklee College of Music. Seu nome figura entre os melhores trombonistas do mundo em revistas especializadas e é considerado referência mundial por sua ginga e fraseado brasileiro, típico das gafieiras cariocas. Mestre da arte musical, Raul de Souza se dedica, também, a experimentação de diferentes instrumentos e propostas musicais, a exemplo do Souzabone, criado pelo músico. 
O repertório do show reflete bem o gosto musical de Raul de Souza: o Jobim imprescindível (“Ela é carioca”), um Nelson Cavaquinho antológico (“A flor e o espinho”), os clássicos (“ Vou Vivendo ” e “Urubu Rei” ) e nada menos do que oito temas originais, que mostram o seu lado de compositor, às vezes injustamente ofuscado por seu brilho como instrumentista. Entre eles, “À vontade mesmo”, faixa-título do seu álbum de estréia, de 1965. Com Raul de Souza, a música é assim: uma coisa séria e um prazer, que ele sempre soube compartilhar com seu público imenso e fiel.
A abertura do show Raul de Souza, 80 anos de vida e 60 anos de carreira terá a participação do grupo Choro Nosso, formado por Marcela Nunes, Renato Muringa, Agostinho Paoulucci e Daniel Guedes. O baterista Felipe Continentino também se apresentará nesta edição do BH Instrumental que, até o final do ano, terá atrações musicais com artistas selecionados pelo edital instrumental realizado pela  Veredas Produções, em parceria com o Instituto Unimed BH.
BH INSTRUMENTAL
A série BH Instrumental, realizada pela   Veredas  Produções, em parceria com Instituto Unimed-BH, apresentará novidades nas apresentações de 2014. A partir deste ano, grupos de Belo Horizonte e região metropolitana, selecionados via edital, se apresentarão como atrações de abertura dos shows no projeto, na Praça Floriano Peixoto. Será mais uma oportunidade para que artistas do cenário instrumental possam apresentar e divulgar os seus trabalhos, com o objetivo de valorizar, destacar e promover o gênero na capital. 
INSTITUTO UNIMED - BH
O Instituto Unimed-BH é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2003, que tem como missão conduzir o programa de Responsabilidade Social da Unimed-BH, contribuindo para a melhoria consciente e continuada da qualidade de vida das comunidades onde ela atua. Como o referencial adotado é a promoção de vidas saudáveis, os projetos do Instituto têm na saúde sua área prioritária de intervenções, mas mantêm interface com outros campos, como a educação, cultura, lazer e capacitação profissional. Além de sua atuação social, o Instituto Unimed-BH busca fortalecer a cultura em Minas Gerais, apoiando projetos artísticos, por meio de seu programa de incentivo, amparado na Lei Rouanet. 
CIRCUITO UNIMED-BH
O Circuito, realizado pelo Instituto Unimed-BH, é um ciclo especial de atrações gratuitas que tem como objetivo envolver a comunidade, incentivando a promoção da saúde e a melhoria da qualidade de vida, por meio da realização de atividades físicas, de lazer e de cultura. A experiência bem sucedida beneficiou, desde novembro de 2010, na Praça Floriano Peixoto, mais de 3.000 pessoas que participaram de aulas de Tai Chi Chuan, caminhadas orientadas e atrações culturais.
PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL APRESENTA RAUL DE SOUZA, 80 ANOS DE VIDA E 60 ANOS DE CARREIRA
Praça Floriano Peixoto - Dia  17 de maio – sábado
19 horas: Grupo Choro Nosso
20 horas: Felipe Continentino
21 horas: Raul de Souza
Informações- 3222 5271 / Entrada franca
Apoio Institucional: Instituto Unimed BH

 

Raul de Souza – 80 anos de vida e 60 anos de carreira

 BH Instrumental receberá show inédito e comemorativo do consagrado trombonista

 

No dia 17 de maio, a série de shows BH Instrumental apresentará os 60 anos de carreira e os 80 de vida de Raul de Souza, narrados ao som singular de seu trombone. A abertura do show contará com a participação de duas bandas da capital mineira, selecionadas via edital, realizado pela  Veredas Produções, em parceria com o Instituto Unimed - BH.  Para receber o consagrado Raul de Souza, subirão ao palco o grupo Choro Nosso e Felipe Continentino. As apresentações terão início às 19 horas.  O acesso é gratuito.

 

Acompanhado por uma banda jovem e talentosa, Raul de Souza se apresentará ao lado de Fábio Torres (teclados), Mário Conde (guitarra e cavaquinho), Glauco Sölter (baixo) e Serginho Machado (bateria). O repertório do show terá um pouco de cada um dos seus trabalhos mais recentes, o DVD “O Universo Musical de Raul de Souza” e o CD “Voilá!”, que revelam a disposição e o virtuosismo do trombonista.

 

Reconhecido no Brasil e no exterior, Raul é batizado artisticamente por Ari Barroso e teve sua carreira internacional consolidada ao lançar seus CDs mundialmente. Tocou com Pixinguinha, Agostinho dos Santos, Tom Jobim, Zimbo Trio, Paulo Moura, Milton Nascimento, Djavan, Maria Bethânia, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti, além de participar da gravação do primeiro disco de música instrumental brasileira da história, ao lado de Sivuca, Altamiro Carrilho e Baden Powell. Em seus 80 anos de carreira, Raul também se apresentou com Sergio Mendes, Airto Moreira, Sonny Rollins, George Duke, Freddie Hubbard, Cannoball Adderley, entre outros.

 

O instrumentista teve um de seus trabalhos, “Collors”, como matéria de estudo da renomada Berklee College of Music. Seu nome figura entre os melhores trombonistas do mundo em revistas especializadas e é considerado referência mundial por sua ginga e fraseado brasileiro, típico das gafieiras cariocas. Mestre da arte musical, Raul de Souza se dedica, também, a experimentação de diferentes instrumentos e propostas musicais, a exemplo do Souzabone, criado pelo músico.

 

O repertório do show reflete bem o gosto musical de Raul de Souza: o Jobim imprescindível (“Ela é carioca”), um Nelson Cavaquinho antológico (“A flor e o espinho”), os clássicos (“ Vou Vivendo ” e “Urubu Rei” ) e nada menos do que oito temas originais, que mostram o seu lado de compositor, às vezes injustamente ofuscado por seu brilho como instrumentista. Entre eles, “À vontade mesmo”, faixa-título do seu álbum de estréia, de 1965. Com Raul de Souza, a música é assim: uma coisa séria e um prazer, que ele sempre soube compartilhar com seu público imenso e fiel.

 

A abertura do show Raul de Souza, 80 anos de vida e 60 anos de carreira terá a participação do grupo Choro Nosso, formado por Marcela Nunes, Renato Muringa, Agostinho Paoulucci e Daniel Guedes. O baterista Felipe Continentino também se apresentará nesta edição do BH Instrumental que, até o final do ano, terá atrações musicais com artistas selecionados pelo edital instrumental realizado pela  Veredas Produções, em parceria com o Instituto Unimed BH.

 

BH INSTRUMENTAL

A série BH Instrumental, realizada pela   Veredas  Produções, em parceria com Instituto Unimed-BH, apresentará novidades nas apresentações de 2014. A partir deste ano, grupos de Belo Horizonte e região metropolitana, selecionados via edital, se apresentarão como atrações de abertura dos shows no projeto, na Praça Floriano Peixoto. Será mais uma oportunidade para que artistas do cenário instrumental possam apresentar e divulgar os seus trabalhos, com o objetivo de valorizar, destacar e promover o gênero na capital. 

 

INSTITUTO UNIMED - BHO Instituto Unimed-BH é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2003, que tem como missão conduzir o programa de Responsabilidade Social da Unimed-BH, contribuindo para a melhoria consciente e continuada da qualidade de vida das comunidades onde ela atua. Como o referencial adotado é a promoção de vidas saudáveis, os projetos do Instituto têm na saúde sua área prioritária de intervenções, mas mantêm interface com outros campos, como a educação, cultura, lazer e capacitação profissional. Além de sua atuação social, o Instituto Unimed-BH busca fortalecer a cultura em Minas Gerais, apoiando projetos artísticos, por meio de seu programa de incentivo, amparado na Lei Rouanet. 

 

CIRCUITO UNIMED-BH
O Circuito, realizado pelo Instituto Unimed-BH, é um ciclo especial de atrações gratuitas que tem como objetivo envolver a comunidade, incentivando a promoção da saúde e a melhoria da qualidade de vida, por meio da realização de atividades físicas, de lazer e de cultura. A experiência bem sucedida beneficiou, desde novembro de 2010, na Praça Floriano Peixoto, mais de 3.000 pessoas que participaram de aulas de Tai Chi Chuan, caminhadas orientadas e atrações culturais.

 

PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL APRESENTA RAUL DE SOUZA, 80 ANOS DE VIDA E 60 ANOS DE CARREIRA

Praça Floriano Peixoto - Dia  17 de maio – Sábado

19 horas: Grupo Choro Nosso

20 horas: Felipe Continentino

21 horas: Raul de Souza

Informações - 3222 5271 / Entrada franca

Apoio Institucional: Instituto Unimed BH