Galeria

07/02/2010

Regina Souza

Próximos Eventos

1
7
2
4
6
5
3
?1468001446

Domingo no Museu

Leva para o palco do Museu de Arte da Pampulha grandes nomes da música mineira e brasileira, como Paulo César Pinheiro, Sérgio Santos, Vânia Bastos, Teresa Cristina, Fabiana Cozza, Juarez Moreira, entre outros, mesclando MPB, samba e a musica instrumental. O Projeto acontece sempre no primeiro domingo do mês, às 11h00, no auditório do MAP com ingressos a preços populares.

Regina Souza 07/02/2010

1

REGINA SOUZA NO MUSEU DE ARTE DA PAMPULHA
Cantora e compositora mineira é atração do Domingo no Museu
 
"uma intérprete versátil(...) a voz doce e bem colocada passeia com desenvoltura por todos os temas."
(Toninho Spessoto-Acordes)

"CD solo muito bem produzido por Rodrigo Campello... o resultado é um disco muito equilibrado de repertório, arranjos e interpretações impecáveis de Regina Souza."
(Nelson Motta - Programa Sintonia Fina)
 
"Regina Souza assume o sobrenome da família, dos tios Betinho, Francisco Mário e Henfil...e desemboca no disco da maturidade artística."
(Tárik de Souza - Jornal do Brasil)
 
Domingo é dia de música mineira de alta qualidade. No dia 7 de fevereiro a partir das 11 horas , o Museu de Arte da Pampulha apresenta a cantora e compositora mineira Regina Souza, com o show de relançamento de seu CD independente "Outonos", que recentemente foi reeditado pela gravadora carioca Biscoito Fino.

O projeto Domingo no Museu, realização da Veredas Produções faz parte do programa Natura Musical e tem patrocínio da Natura através dos benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no local, no mesmo dia do show, a partir das 10 horas.

Acompanhada por Tatá Sympa (teclados e acordeon), Ricardo Cheib (percussão) e Sérgio Rabello (contrabaixo e violoncelo) Regina  mostra sua versatilidade, num repertório que mistura samba, bossa-nova, fado, samba-rock, samba-funk, milonga, xote e bolero.
       
Cantora que utiliza da experiência como atriz para apimentar suas interpretações, ela é (boa) letrista de  seis  músicas do disco/show. Três delas, "O Atendente", "Outonos" (com Lokua Kanza) e "Quem Sou Eu", com Vander Lee, que ainda lhe deu de presente a ótima "Desfeita". Faz  saborosas  releituras de "A Estrada", do grupo Cidade Negra, e de Se Você Quiser Mas Sem Bronquear", de Jorge Benjor. E aproveita bem as melodias que recebeu de Zeca Baleiro ("Aflora a Flor") e Affonsinho ("À Toa"), criando letras e vocais que respeitam o universo de cada um dos parceiros o disco tem, ainda,  uma versão inédita de Paulinho Moska para uma canção de Kevin Johansen, compositor do Alaska, e canções inéditas de Chico Amaral e Sérgio Pererê.

Outonos" tem produção e arranjos do carioca Rodrigo Campello e foi gravado entre 2006 e 2008, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.
 
 
Regina Souza
 
Regina Souza é mineira de Belo Horizonte e tem 18 anos de carreira  como cantora, atriz e produtora. Seu primeiro disco solo, intitulado "Regina Spósito", foi produzido por Flávio Henrique.
Em parcerias gravou o CD "Marionetes", homenagem ao compositor Francisco Mário, produzido por seu filho Marcos Souza e o CD "Hebraico", idealizado pela fotógrafa Márcia Charnizon, com Regina Souza e Marina Machado.
Produziram os CDs "Prato Feito", "Ação pela Vida" e "A Zeropéia", com a participação de vários artistas para a campanha Natal sem Fome, idealizada por Herbert de Souza, o Betinho.
Foi uma das contempladas pelo projeto Rumos Itaú Cultural Música 2004-2005 integrando a coletânea de CD e DVD "Rumos - Brasil da Música". Participou do DVD "Entre" de Vander Lee e também do novo CD de Vander Lee "Faro", lançado em 2009.
Além de cantora Regina Souza é atriz e ao lado de Maurício Tizumba e Marina Machado, fundou a Cia. Burlantins, companhia de música e teatro de rua, que apresentou os espetáculos "O Homem da Gravata Florida", a premiada opereta "O Homem que sabia Português", com música e libreto de Tim Rescala e direção de Chico Pelúcio (Grupo Galpão) e o musical infantil "A Zeropéia", dirigido por Paula Manata, baseado no livro "A Zeropéia" do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho.
 
 
Natura Musical

É o programa de apoio à cultura brasileira da Natura – criado em 2005 - com foco em música. Tem por missão estimular e difundir a música raiz-antena. A música que resulta do encontro de elementos tipicamente brasileiros com conceitos, idéias e sonoridades universais.

Até o momento, o programa apoiou cerca de 115 projetos de todo o Brasil, como: CD e turnê ‘Labiata’, de Lenine; o Livro-CD Jongos do Brasil; a exposição multimídia Smetak – Imprevisto; CD ‘Versátil’, de Nelson Sargento; o portal Caymmi Acervo Digital; CD ‘Afrosambajazz’ e a cantora Marisa Monte. Em Minas Gerais, temos: CD ‘Águaluz’ de Alexandre Andrés; o projeto Luthier; o Festival Internacional do Violão e o projeto Sabará Musical.

Fundamentado de acordo com a Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, com as Leis Rouanet e do Audiovisual, e com a Lei de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo (PAC), o Natura Musical já investiu mais de R$ 22 milhões ao longo desses quatro anos. Mais informações, acesse www.natura.net/patrocinio.


Natura

A Natura é a maior fabricante brasileira de cosméticos e conta atualmente com 5.698 colaboradores. A empresa opera por meio da venda direta e contabiliza 850 mil consultoras e consultores no Brasil e no Exterior. Além do Brasil, também está presente na França e em outros sete países da América latina: Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Venezuela e México, além da Bolívia, onde atua via distribuidor local. Na França, em Paris, a corporação mantém a sua única loja mundial e um centro-satélite de pesquisa e tecnologia.

SERVIÇO:
Domingo no Museu
Regina Souza -
Local: Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585)
Data: dia 7 de fevereiro - domingo
Horário: 11 horas
Entrada Franca
Os ingressos individuais podem ser retirados no próprio Museu, no dia do show a partir das 10 horas.
Informações: 3277 7996
Patrocínio: Natura